3 Dezembro 2021

Que solidão é essa que amedronta as noites 1 dbonetti d2321
Faz acordar os sentimentos mais doloridos
Reproduz nas sombras tatuadas no teto
A certeza de viagens somente de ida

Que solidão é essa que maltrata
Reduz-nos a expectadores do nosso caminhar
Observadores das feridas que insistem em não cicatrizar
No coração que goteja e sangra

Que solidão é essa que teimosa, enferruja
Oxida os pensamentos mais sensíveis
Modifica a vontade de persistir
Petrifica nosso comportamento

Que solidão é essa que faz adormecer
Que hipnotiza as mesmas lembranças
Nos faz reviver os bons momentos
Mas, continua a nos matar repetidamente